Medo de Mudanças???

 

Sim, mudança é uma das coisas que mais causam medo…principalmente se ela vier associada a algo desconhecido.

Recentemente algumas mudanças foram necessárias em nossas vidas.

Minha separação, a mudança de todo o tratamento terapêutico do Matheus e trabalho novo. Nem preciso fizer como meu coração se sentiu apertadinho…

Bom, depois de 6 meses do diagnostico de autismo a Psiquiatra que o acompanhava recomendou que iniciássemos o uso de um antipsicótico muito usado, para diminuição da irritabilidade e ele também tem o papel de encapsulamento do sistema límbico, para que a ansiedade diminua e a possibilidade de vivenciar novas experiências seja de fato mais fácil.

Enfim, ele tomou a medicação e de fato os efeitos necessários para que a vida dele ficasse “mais fácil” aconteceram. Porem, na primeira tentativa, depois de 7 meses, Matheus engordou demais, ia ao banheiro inúmeras vezes sequencialmente e tinha uma ânsia por comer, comer, comer… Não era fome, era uma necessidade de sempre estar mastigando algo. Parei com a medicação e ele rapidamente desinchou, mas os efeitos de estereotipia, irritabilidade e aversão por mudança de rotina voltaram.

Fiquei por uns meses sem a medicação, mas não teve jeito. Tivemos que voltar.

Estávamos na segunda rodada do remédio e após 8 meses com a medicação, novamente veio a parte assustadora. Ele ganhou MUITO peso.

Eu fui contra tirar a medicação porque pra mim, ele precisava dela. Tinha necessidade dela pra se manter controlado, equilibrado, concentrado. Mas, estamos há mais de 1 mês sem a medicação e de fato ele NÃO precisa (HOJE) da medicação mais. Tem demonstrado facilidades para vivenciar novas experiências e se relacionar com as pessoas.

AH tem um ponto importante a ser falado também! Matheus  praticamente não dormia antes dos remédios. Se ele dormisse 2 ou 3 horas era o suficiente pra recarregar as baterias dele e pós medicamento a nossa vida mudou! Ele dormia… aquilo parecia, praticamente um sonho :-)

De qualquer forma, entendo que nós pais não queremos que nossos filhos usem medicamentos fortes como esses, mas garanto que ninguém deve usar por vontade própria. De fato, essas crianças precisam de ajuda para que seu corpo entre em harmonia de novo e eles consigam “viver” em paz.

Neste momento, o Matheus esta sem medicação, e eu sou grata por isso. Ainda temos os resquícios do peso que ele ganhou, mas com o tempo vamos recuperar.

Falando um pouco sobre a questão das terapias.

Fizemos por 1 ano psicanalise com ele. Pra mim, um tempo para digerirmos o autismo. Apenas isso. Para ele, nada mudou. Depois disso, fomos para ABA e fono. Ele ficou por mais um ano. Muita coisa evoluiu, mas estagnou.

No começo desse ano, esse tempo dele parado com evoluções e novos desafios me incomodava mais e comecei a procurar alternativas conversando com as mães do grupo de pais que participo. Na verdade, a pergunta era: Eu compro um carro ou uma bicicleta? As diferenças das opções que eu tinha, era tão diferente qto um carro e uma bicicleta.

Mais uma vez, tomei a coragem que precisava e comecei TUDO de novo. Ele saiu da abordagem e hoje esta com Sonrise e ABA quando a terapeuta dele sente que ele precisa de um pouco mais de atividades sequenciais.

Estamos no terceiro mês de intervenção. E basicamente a vida dele MUDOU.

Não vamos falar dele, mas do medo que nós pais sentimos de mudar e errar. Sim, podemos errar, mas nunca desistir.

Meu maior medo é não proporcionar pra ele oportunidades de melhora. Eu sabia que a abordagem Sonrise funciona pra muitas crianças, mas de fato não tenho tempo pra fazer 4 horas por dia de sonrise com ele, mal fico 3 horas de noite quando chego do trabalho ! Nunca julguei quem fizesse essa abordagem, mas sabia que era algo que requer dedicação, requer tempo e isso eu não tinha. Talvez por isso, nunca tivesse tentado.

Então, porque não colocar alguém com ele que pudesse se dedicar enquanto ele esta na escola e eu no tempo que tenho estimular as atividades que ele esta aprendendo?

O ponto aqui é… eu quero fazer, e faço o que eu NEM posso por ele. Mas porque continuar com algo que percebemos que não esta andando e esperarmos uma melhora se podemos mudar? Tentar começar tudo de novo?

O medo não é algo que pode existir no coração de nós pais de crianças especiais.

SIM, eu tenho medo de muita coisa, mas nesse ponto, O tempo é o fator mais importante e eu não posso esperar.

Você pode?

Bjo gde!!!

One response to this post.

  1. Posted by Eliane on 24/06/2012 at 20:12

    Olá querida, PARABENS pelo blog!!!!

    Gostaria de saber mais sobre esse remedio que seu filho tomou que causou ganho de peso nele. Pergunto isso pq meu filho começara a usar remedio e quero conversar com medico sobre isso, caso seja o mesmo medicamento !!!
    Existe uma exPlicacao para o aumento de peso? O medico exPlicou pra vc?!

    Bjos

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

TodosSomosSemelhantes

Um pouco mais sobre a nossa vida...

Uma voz para o autismo

Um pouco mais sobre a nossa vida...

%d blogueiros gostam disto: